Alberto Neto e Roberto Cidade travam disputa pela desistência da pré-candidatura

Nos bastidores da política, a aposta é que Alberto Neto, mesmo com o apoio de Jair Bolsonaro, desista a sua pré-candidatura
Cidade e Neto não querem abrir mão da pré-candidatura (Foro: Divulgação)

Uma possível aproximação entre o Partido Liberal (PL) e o União Brasil pode forçar a desistência da pré-candidatura como cabeça de chapa de Alberto Neto ou de Roberto Cidade. O Panorama Real já havia noticiado essa provável aliança, que vinha sendo traçada pelo governador do Amazonas, Wilson Lima, diretamente com o ex-presidente Jair Bolsonaro.

Nos bastidores da política, a aposta maior é de que o deputado federal Alberto Neto, mesmo com o apoio do ex-presidente Jair Bolsonaro, acabará por largar a sua pré-candidatura a prefeito de a Manaus. Ele desmente os boatos e diz que se mantém firme como o candidato da direita.

Já Roberto Cidade é apadrinhado de Wilson Lima, que, além de ter a máquina pública nas mãos, também conquistou o respeito e apoio de boa parte dos políticos.

Fontes do Panorama Real afirmam que o governador Wilson Lima não está disposto a abrir mão do seu aliado, mas quer fechar uma aliança forte, que pode ter Alberto Neto como o vice da chapa.

Em abril, o portal Panorama Real noticiou a aproximação de Cidade, Neto e Lima.

“Se o Wilson Lima bater o martelo pela aliança, o Roberto Cidade vai acatar. Só que o governador não quer perder a força política de dar as cartas no processo eleitoral colocando o seu principal aliado como vice na chapa do PL. Na visão dele, o Alberto Neto seria a melhor opção para compor a chapa que ele montou, e, de quebra, ainda garante a benção do Bolsonaro. Agora é o momento da luta entre os gigantes da política local”, contou a fonte do Panorama Real que pediu para não ser identificada.