Aprovados no concurso da Guarda Municipal realizam TAF nos dias 28, 29 e 30 de abril

Essa etapa, padrão em concursos de segurança pública, é crucial para verificar a capacidade física dos futuros servidores

A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semseg) irá realizar nos dias 28, 29 e 30 de abril, das 8h às 17h, na Vila Olímpica de Manaus, localizada na avenida Pedro Teixeira, bairro Dom Pedro, zona Centro-Oeste, o Teste de Aptidão Física (TAF) para os candidatos aprovados no concurso da Guarda Municipal de Manaus. Esta fase envolve uma série de avaliações físicas rigorosas, incluindo uma corrida de 2 quilômetros contra o tempo, teste de impulsão e exercícios de barra e flexão.

O TAF desempenha um papel fundamental na seleção de candidatos, visando garantir que os futuros guardas municipais estejam fisicamente preparados para enfrentar os desafios e responsabilidades inerentes ao cargo, como destacou o titular da Semseg, Alberto de Siqueira.

“Essa etapa, padrão em concursos de segurança pública, é crucial para verificar a capacidade física dos futuros servidores. Os candidatos tiveram tempo para se preparar desde a divulgação do edital, que detalha os requisitos e procedimentos necessários para o teste”, destacou o secretário.

A primeira fase do concurso público aconteceu no dia 18 de fevereiro e contou com mais de 24 mil candidatos. No total, foram disponibilizadas 200 vagas para a Guarda Municipal.

O certame, coordenado pela Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), aconteceu em 47 locais, distribuídos por todas as zonas da cidade. A banca responsável foi o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC). Os candidatos tiveram 4 horas e 30 minutos para responder à prova objetiva e escrever a redação.

Evolução

Criada no dia 15 de junho de 1949, por meio da Lei nº 132, inicialmente recebeu a denominação de Guarda Municipal de Parques e Jardins. Ao longo dos anos, sofreu inúmeras mudanças na sua parte estrutural e de atuação. O primeiro concurso aconteceu em 1989 e o último em 2012.

A Emenda Constitucional nº 123, de 16 de junho de 2021, consentiu à Guarda Municipal o porte de arma de fogo, alterando o artigo 125 da Constituição Estadual. Já a EC nº 124, de 16 de junho de 2021, passou a tratar a Guarda Municipal como órgão de Segurança Pública. Em 23 de novembro desse mesmo ano, a Lei nº 2.811 instituiu a Corregedoria-Geral e a Ouvidoria da GMM, órgãos permanentes, de apoio e execução da guarnição.

Ainda no âmbito municipal, a Lei Complementar nº 16, de 21 de dezembro de 2021, dispõe sobre o Estatuto da Guarda Municipal, a definindo como uma corporação uniformizada, destinada à proteção de bens, serviços, logradouros públicos e instalações do município, bem como à realização do patrulhamento preventivo e comunitário.

Com informações da assessoria