Assembleia Geral da ONU aprova resolução que torna a Palestina um Estado-membro pleno

A resolução foi aprovada por 143 votos a favor - incluindo o Brasil -, nove contra e 25 abstenções

A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou, nesta sexta-feira (10/05), uma resolução que abre caminho para que a Palestina se torne membro pleno das Nações Unidas e concede “novos direitos e privilégios” aos palestinos.

O texto pede que o Conselho de Segurança da ONU aprove que a Palestina se torne o 194º membro das Nações Unidas.

A resolução foi aprovada por 143 votos a favor, nove contra e 25 abstenções. O Brasil votou a favor da resolução. Por sua vez, Argentina, Israel, Estados Unidos, República Tcheca, Hungria, Micronésia, Nauru, Palau, Papua-Nova Guiné deram votos contrários à medida.

Caso o Conselho de Segurança concorde com o pedido, a Palestina entraria na ONU como um “Estado observador”, sem direito a voto.

Ainda assim, o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, disse que a medida é um grande passo para o reconhecimento da Palestina como um membro pleno da ONU.