Cineclube de Arte apresenta 1ª edição da  mostra ‘Arteiros do Norte’ 

O evento tem início às 18h30 e promete ser uma jornada cinematográfica fascinante para os amantes e admiradores da sétima arte

Neste sábado (15/06), os amantes do cinema têm um encontro marcado no Cine Teatro Guarany. O Cineclube de Arte vai exibir a primeira edição da Mostra “Arteiros do Norte”, destacando  o trabalho do cineasta Wagner Santinny.

O evento tem início às 18h30 e promete ser uma jornada cinematográfica fascinante para os amantes e admiradores da sétima arte. Com entrada gratuita e classificação etária voltada para maiores de dezesseis anos, a mostra vai contar com uma seleção cuidadosa de curtas-metragens que capturam a essência e a criatividade do diretor.

O diretor dos curtas, Wagner Santinny, comentou sobre a importância desta celebração: “Para mim é uma honra poder exibir os meus filmes neste templo sagrado para nós que somos do audiovisual”.

Ele compartilhou detalhes sobre os desafios enfrentados durante a produção de seus filmes, desde restrições de orçamento até contratempos inesperados durante as gravações. No entanto, sua paixão pela arte sempre o impulsionou a superar esses obstáculos e criar obras de grande impacto emocional e artístico. 

“Essa mostra para mim hoje é um divisor de águas, uma virada de chave”, ressalta Santinny, expressando sua gratidão pelo apoio e entusiasmo em retomar seu espaço no campo cinematográfico.

O evento vai contar com a presença de amigos, colegas de elenco, diretores de fotografia e demais colaboradores. A expectativa é que o Cine Teatro Guarany seja tomado por um público engajado e apaixonado pela sétima arte. 

A mostra promete encantar o público, os transportando para universos únicos e repletos de emoção. Portanto, não perca a oportunidade de participar deste evento imperdível e mergulhar na magia do cinema autoral de Wagner Santinny. Prepare-se para uma noite de inspiração e descobertas no Cine Teatro Guarany.

Entre os curtas que serão exibidos, destacam-se:

  • “A Verdade Nua e Crua” (2012) – Duração: 3 minutos e 6 segundos.
  • “Escarlate Vermelho Sangue” (2016) – Duração: 1 minuto e 21 segundos.
  • “A Garota do Lago” (2019) – Duração: 13 minutos e 9 segundos.
  • “O Sonho de Kika” (2014) – Duração: 2 minutos.
  • “Poraquê” (2016) – Duração: 3 minutos e 8 segundos.
  • “Eu Também Vivo” (2017) – Duração: 4 minutos e 34 segundos.

“Piloto e Apresentação de Arapuca” (Websérie, 2022) – Duração: 22 minutos e 51 segundos.

Com informações da assessoria