Deputada diz que mulher ‘deve submissão ao marido’ e defende sessão apenas com homens

A deputada afirmou que apenas homens devem participar da sessão solene

A posição da deputada do Maranhão, Mical Damasceno (PSD-MA) ganhou repercussão nacional. Ela disse, na quarta-feira (17/04), que “o homem é o cabeça da família” e “a mulher é submissa ao seu marido” e sugeriu uma sessão composta apenas por deputados do sexo masculino para mostrar às mulheres que quem “manda é o homem”.

“Vamos encher esse plenário aqui de macho. A mulher tem que entender que ela deve submissão ao marido, doa a quem doer.”

A deputada afirmou que apenas homens devem participar da sessão solene que será realizada no dia 15 de maio, quando é comemorado o “Dia da Família”.

“Nós comemoramos o Dia da Família em 15 de maio, e aí veio uma ideia, em meu coração, que acredito que seja divina, de nós fazermos uma sessão solene aqui, mas somente com homens para mostrar à sociedade que o cabeça da família é o homem”, disse.

Nas redes sociais, a deputada postou o vídeo da sessão, em que reafirma o que disse na quarta-feira na Assembleia. “O homem é o cabeça da família. A mulher é submissa ao seu marido!”, escreveu na legenda.

VEJA O VÍDEO: