Galeria do largo recebe exposição ‘Portrait, entre o real e o abstrato’

A mostra é composta de desenhos realistas, que são feitos a lápis nas cores preto e cinza

O Centro de Artes Visuais Galeria do Largo apresenta nesta quarta-feira (12/06), a partir das 18h30, a exposição “Portrait, entre o real e o abstrato”. A mostra, sob curadoria de Cristovão Coutinho, exibe obras do artista e tatuador Áudio Rodrigues, composta de desenhos realistas, que são feitos a lápis nas cores preto e cinza, e utilizam como inspiração fotografias de pessoas em seu cotidiano.

A exposição é uma realização do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa. A galeria fica na rua Costa Azevedo, 290, Centro. A entrada é gratuita. 

De acordo com o curador da galeria Cristovão Coutinho, a apresentação do artista Áudio com seus trabalhos na Galeria tem como abrangência o fazer artístico no princípio do desenho que se tatua e opera na parede/pele do espaço expositivo. 

“O artista tem como prática artística e processo criativo no suporte/território do corpo, na relação simbólica pessoal do indivíduo e nas representações advindas dos significados da tatuagem no seu tempo histórico, seja na sua origem, na contemporaneidade e seus entornos na natureza e costumes”, destaca Cristovão.

Na pele da Galeria

Na parede, serão exibidos graffitis e 14 desenhos/rostos de figuras conhecidas do artista e autor Áudio, como também, encontrados por meio de pesquisa na internet, sendo parte de sua elaboração apreciativa estética. As releituras no processo de criação das obras se sobrepõem em camadas entre real da fotografia e no constituinte abstrato de sua composição visual.

“Meu intuito é que o público tenha acesso a minha arte de uma maneira mais próxima, para que possam, a partir dela, sentirem-se surpresos e contentes com os sentimentos que cada obra passa particularmente. São anos de dedicação para poder entregar o meu melhor, e este momento é muito significativo, pois tira as obras de dentro do meu estúdio particular e as compartilha com todos que desejam vê-las”, disse Áudio Rodrigues.

Entre o Real e o Abstrato 

Na exposição, são apresentados desenhos realistas em preto e cinza, inspirados em fotografias de pessoas em seu cotidiano. Os trabalhos altamente realistas são feitos apenas com lápis e borracha, buscando refletir emoção e energia e envolver o espectador na arte. 

“Atualmente, venho buscando estilizar os trabalhos para que, assim, possam passar uma sensação de “sonho”, através de manchas suaves que sugerem por toda a imagem, mesclando entre o real e o abstrato, tornando assim a arte em algo autoral”, conclui o artista.

Com informações da assessoria