Irã afirma que abortou ataque com drones e nega bombardeio a suas instalações nucleares

Por conta do ataque com drones, as autoridades iranianas suspenderam momentaneamente os voos

O Irã negou, nesta sexta-feira (19/04), que tenha sofrido um ataque externo com foguetes contra suas instalações nucleares e classificou como “mentirosas” as notícias de que foi atacado por Israel, conforme divulgado por uma rede de TV norte-americana, no caso a rede ABC.

Porém, os iranianos afirmaram que as defesas aéreas do país derrubaram vários mini drones, que teriam sido supostamente lançados de dentro do território iraniano por grupos terroristas financiados por Israel, contra alvos militares perto da cidade de Isfahan, na área central do país persa.

Por conta do ataque com drones, as autoridades iranianas suspenderam momentaneamente os voos comerciais em vários aeroportos, incluindo o de Teerã, disse a agência Mehr, citando as autoridades aeroportuárias.

Entretanto, as ligações aéreas já foram retomadas e os aviões voltaram a aterrizar e decolar dos aeroportos internacionais Imam Khomeini e Mehrabad, noticiou a IRNA.

Defesa antiaérea

Segundo as autoridades iranianas, as “fortes explosões” ouvidas na província de Isfahan foram das baterias antiaéreas que derrubaram os drones.

“Os fortes barulhos ouvidos em várias áreas do Irã devem-se ao abate de microveículos aéreos desconhecidos pelos sistemas de defesa”, noticiou a emissora estatal iraniana.

Silêncio

Israel não se pronunciou sobre o assunto ainda. “Não temos comentários de momento”, disse um porta-voz do exército de Israel à Agência France-Presse (AFP).

VEJA VÍDEO: