Manaus recebe a primeira edição do Fórum de ESG Amazônia

O “Fórum de ESG Amazônia” será realizado no prédio da Suframa, em Manaus

Manaus receberá na próxima segunda-feira (25/03) a partir das 9h30, a primeira edição do “Fórum de ESG Amazônia: Desenvolvimento Sustentável na Indústria”, promovido pelo Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam) em parceria com a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa). O evento tem como objetivo impulsionar a adoção de princípios ambientais, sociais e de governança em todas as esferas empresariais.

Especialistas, líderes corporativos e representantes governamentais vão palestrar e debater como as empresas podem, concretamente, contribuir com o crescimento sustentável na Amazônia e no mundo. O encontro abordará, com cases e exemplos, as melhores práticas sustentáveis que as companhias podem incorporar às suas operações para contribuir com um mundo mais sustentável e inclusivo.

O “Fórum de ESG Amazônia” será realizado no prédio da Suframa, em Manaus, e já está com todas as suas vagas presenciais reservadas. Mas o encontro também poderá ser acompanhado on-line, por meio de transmissão ao vivo pelo YouTube e pela rede de TV Amazon Sat.

“O ESG é um conceito cada vez mais relevante que reúne e mobiliza o mercado para adotar novas e importantes medidas de adequação às políticas de meio ambiente, responsabilidade social e governança relacionadas diretamente com os negócios de cada organização”, destaca o superintendente adjunto executivo da Suframa, Luiz Frederico Oliveira de Aguiar.

“O tema beneficia a sociedade com medidas de inclusão e diversidade, e opera com governança corporativa sólida”, acrescenta ele.

Toda a programação deste evento foi pensada para dar visibilidade aos debates envolvendo o ESG na Amazônia, ressaltar a participação dos povos indígenas da região e mostrar como os projetos e metas da agenda ESG podem contribuir com o futuro das próximas gerações.

“É importante lembrar que muitas das empresas e indústrias instaladas na Zona Franca de Manaus (ZFM) já promovem regularmente medidas relacionadas ao tema. Debater assuntos que abordam diferentes aspectos do ESG na Amazônia com especialistas renomados, é uma oportunidade incrível de apresentar para todos, com transparência, a qualidade e a solidez do que já está sendo feito nessa área, com sucesso, na Amazônia e no mundo”, explica Régia Moreira, coordenadora da Comissão de ESG do CIEAM e responsável pelo Fórum.

Palestras e apresentações

O Fórum terá, por exemplo, a presença de Denis Minevi, diretor-presidente das lojas Bemol e investidor em diversos fundos e startups focados em empreendedorismo sustentável na Amazônia. Ele vai apresentar a palestra “ESG na Amazônia”. Já o executivo Fábio Palma, sócio-fundador da ECOA, uma ESGTech líder em inteligência ESG, fará uma reflexão com o tema “ECOA Amazônia – Mensuração e Prestação de Contas em ESG + ECOA Amazônia”.

Vanda Witoto, ativista climática, especialista em pedagogia da Floresta Amazônica, empreendedora social e conselheira de cultura indígena do Amazonas, apresentará a palestra “Economia Indígena e a Sustentabilidade da Vida na Amazônia”.

Mesas e debates

A primeira mesa abordará “ESG na Prática: Experiências de BIC, Visteon, Flex e Electrolux”, mostrando cases reais bem-sucedidos dessas empresas que atuam na região. O tema será mediado pelo antropólogo e gerente de Desenvolvimento Estratégico e Gestão ESG no Senai, Marcelo Ramos, com a participação de Emerson Cabral, gerente de projetos e manutenção na BIC Amazônia, Yanna Carneiro, coordenadora de RH e ESG da Visteon Brasil, Hamzah Nasser, diretor de operações da Electrolux, e Valeria Valente, gerente de fábrica da Flextronics.

“Construindo um Futuro Solidário: ESG com Órfãos da Covid” será a pauta da segunda mesa, que será mediada por Jonivaldo Miranda, diretor de Sustentabilidade e Governança Corporativa da Tutiplast. Participarão deste debate, ainda, os convidados Glauce Galúcio, criadora do projeto “Eu Amo Meu Próximo” (uma iniciativa que buscou padrinhos e madrinhas para pessoas em situação de vulnerabilidade social em Manaus) e diretora do IPEDS (Instituto de Pesquisa e Ensino para o Desenvolvimento Sustentável), e Marcelo Rodrigues, líder de projetos inovadores nas áreas de tecnologia e infraestrutura em organizações nacionais e multinacionais e vice-presidente de Negócios, Marketing e Inovação na UCB (Universidade Católica da Bahia).

CIEAM e ESG

O CIEAM conta com uma comissão focada neste tema, que tem como desafio contribuir com seus associados no desenvolvimento de projetos pautados nos pilares do ESG, estimulando boas práticas e potencializando a inovação e a excelência nas condutas corporativas. Hoje, este grupo já é referência para as empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM).

“Queremos, cada vez mais, aprofundar nossos estudos e debates nos temas de ESG para, efetivamente, contribuir com a sua aplicação nas organizações da região. Todos os profissionais que atuam nessa área precisam estar atualizados sobre as últimas tendências e regulamentações relacionadas ao ESG, para atuarem em conformidade com as exigências legais”, afirma Régia.

Com informações da assessoria