Notícias falsas provocam baixa adesão à vacinação contra a gripe, afirma infectologista

Unidades básicas de saúde do SUS continuam campanha de vacinação contra a gripe em todo o país
Muitas pessoas ainda deixam de se imunizar por conta de notícias falsas sobre a vacinação (Foto: Divulgação)

Brasil 61 – Unidades básicas de saúde do SUS continuam campanha de vacinação contra a gripe em todo o país. Agora, todas as pessoas acima de seis meses de idade podem se vacinar. De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina salva vidas e previne milhões de casos graves e óbitos pela infecção causada pelo vírus da influenza. 

O coordenador do Núcleo de Controle de Infecções do Hospital de Base do Distrito Federal, Julival Ribeiro, afirma que muitas pessoas ainda deixam de se imunizar por conta de notícias falsas sobre a vacinação.

“Infelizmente está acontecendo no mundo inteiro — não só em relação à vacina contra a Covid-19, contra a gripe e outras vacinas — fake news, em que as pessoas estão com medo de se vacinar e, infelizmente [por isso], contraindo algumas doenças imunopreveníveis e, dessa maneira, tendo complicações graves e até a morte. Portanto, a vacina foi uma das melhores coisas que tem sido, até hoje, descoberta pelos cientistas.”

O infectologista Julival Ribeiro esclarece que a vacina contra a gripe é feita com o vírus inativado e, portanto, é segura.

“A vacina da gripe é inativada, ela vai estimular o nosso sistema imunológico para prevenir a gente de adquirir a gripe e, uma vez se adquirindo a gripe, — com a vacinação — a gente pode ter menos complicações da doença.”

Faça parte do Movimento Nacional Pela Vacinação e diga sim para a vacina contra a gripe. Procure uma Unidade Básica de Saúde com a Caderneta de Vacinação ou documento com foto.

Para mais informações, acesse: www.gov.br/vacinacao.