PF apura nova joia nos EUA em investigação sobre Bolsonaro

A suspeita é de que a joia também tenha sido presente de um país do Oriente Médio quando Bolsonaro ainda era presidente

Em reportagem veiculada nesta segunda-feira (10/06), a CNN informou que a Polícia Federal (PF) descobriu a existência de uma nova joia cravejada de pedras preciosas que teria sido negociada, nos Estados Unidos, por emissários do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Segundo a investigação, uma fonte ligada a uma joalheria em solo americano descreveu o potencial valioso do objeto, cujas gemas poderiam ser extraídas da peça para comercialização. No entanto, o negócio acabou não sendo concluído.

A suspeita é de que a joia também tenha sido presente de um país do Oriente Médio quando Bolsonaro ainda era presidente. Agora, os investigadores querem saber o paradeiro do objeto.

O caso das joias da Arábia Saudita que apura os presentes que Bolsonaro teria comercializado ilegalmente está em fase de conclusão e deve ser encerrado ainda neste mês, com o indiciamento do ex-presidente.