Prefeitura de Manaus interdita trecho da avenida Torquato Tapajós após colisão de carreta

Passarela de pedestres ficou destruída após acidente provocado por condutor de carreta (Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), realizou uma intervenção viária, na tarde deste sábado (06/07), na avenida Torquato Tapajós, na entrada do conjunto Santos Dumont, zona Norte da cidade, sentido bairro-Centro, após uma carreta de grande porte desrespeitar a sinalização de altura máxima padrão de 4,40 metros e colidir com uma passarela, danificando parte da estrutura metálica.

Devido ao incidente, o sentido bairro-Centro da via ficou totalmente interditado. Para minimizar o impacto no trânsito, o IMMU implementou um desvio para os motoristas, direcionando-os para o conjunto Santos Dumont, com saída mais à frente.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) deslocou duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), para o local. Uma vítima foi removida para o Pronto Socorro João Lúcio, na zona Leste da capital.

Uma equipe da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) inicia, após atuação da Perícia Criminal, o serviço de limpeza e retirada dos escombros. Os trabalhos vão seguir pela madrugada para liberar o tráfego na via o quanto antes. O corpo é técnico, de forma paralela, faz a vistoria e análise da estrutura da outra metade da passarela que, aparentemente, não teve sua integridade comprometida.

Providências

Conforme o IMMU, ainda neste sábado, as equipes vão implantar faixas provisórias para a travessia de pedestres e também semáforos, até que uma nova passarela seja construída. A outra metade da passarela está interditada devido ao rompimento do guarda-corpo na lateral.

Sobre o terminal de acesso aos ônibus, os passageiros não estão pagando por outro bilhete. Eles entram de forma gratuita, de modo que não sofram prejuízos.

Condutor

O condutor do veículo foi conduzido à delegacia e a perícia está fazendo as análises necessárias para o laudo e autuação. A prefeitura pede a compreensão dos motoristas até que uma solução seja encontrada e a via possa ser liberada.