Promessa do tênis de mesa sonha em representar Amazonas nos Jogos Olímpicos

Vinícius começou na Vila Olímpica com apenas 6 anos e no começo levava o esporte como uma atividade de lazer
Vinícius pratica a modalidade esportiva desde os 6 anos (Foto: Divulgação)

Vinícius dos Santos, de 14 anos, vem conquistando seu espaço no cenário do tênis de mesa amazonense e sonha em representar o Amazonas em competições internacionais. Ele atualmente vem se preparando para a 3ª Etapa TMB Estadual Individual, que será disputada em maio.

“O tênis de mesa é uma modalidade que tem uma tradição em revelar talentos e o Pelci pode proporcionar que mais crianças possam praticá-lo e fortaleçam a modalidade”, disse o secretário de Estado do Desporto e Lazer (Sedel), Jorge Oliveira.

O jovem amazonense tinha como esporte favorito o futsal, mas por uma escolha de sua mãe que o incentivou a praticar uma modalidade diferente acabou escolhendo o tênis de mesa. Vinícius começou na Vila Olímpica com apenas 6 anos e no começo levava o esporte como uma atividade de lazer, mas o atleta ressalta que hoje o tênis de mesa é algo que espera levar para toda a vida.

“Comecei aqui na Vila com seis anos, no começo era só brincadeira e uma maneira de me distrair. O esporte que eu queria praticar era o futsal, mas minha mãe pediu que eu fizesse um esporte diferente, então acabei gostando do tênis de mesa. Com o passar dos anos e depois de muitos treinos acabou se tornando um projeto para a minha vida”, exaltou Vinícius.

Por suas conquistas na base, o atleta acabou se destacando e ganhou uma bola para treinar na Associação Esportiva de Manaus, sendo treinado pelo mesatenista Mario Costa, um dos principais nomes da modalidade no estado. Seu principal orgulho foi quando disputou o Campeonato Amazonense de Tênis de Mesa pela primeira vez e acabou alcançando as fases finais em duas categorias, Sub-13 e Sub-15.

“Para o futuro quero me dedicar cada vez mais ao tênis de mesa, me tornar um atleta que possa competir em alto nível. Daqui a alguns anos, eu tenho como meta alcançar os Jogos Olímpicos e quem sabe trazer alguma medalha para nosso estado. No mais, só tenho a agradecer ao Governo do Amazonas por me proporcionar um espaço como a Vila, me sinto como se fosse em casa”, finalizou Vinícius Santos.

Com informações da assessoria