Quadrilha de festa junina pode se tornar patrimônio imaterial do Brasil

Aprovado no final de 2023 pela Câmara dos Deputados, o projeto de lei (PL) 1.227/2023 aguarda a definição das comissões

Agência Senado – O Senado vai analisar projeto que reconhece as quadrilhas de festas juninas como manifestação da cultura nacional e patrimônio imaterial do Brasil. Aprovado no final de 2023 pela Câmara dos Deputados, o projeto de lei (PL) 1.227/2023 aguarda a definição das comissões que o analisarão.

Autor do projeto, o deputado Ruy Carneiro (Podemos-PB) destaca que a dança surgiu no Brasil ainda no século 19, com influência da Coroa Portuguesa e, desde então, foi sendo modificada até adquirir um novo significado nos meios rurais, sendo um festejo para agradecer pela colheita e homenagear figuras religiosas, como São João, São Pedro e Santo Antônio. Para o deputado, no Brasil apenas o Carnaval é uma festa mais popular.

“Os concursos de quadrilha animam todo o mês de junho e julho no Nordeste e geram emprego e renda, através dos figurinos, dançarinos e demais que, indiretamente, são beneficiados por esta manifestação cultural”, aponta o parlamentar na justificativa. 

Festas Juninas

No ano passado, o Senado reconheceu as festas juninas como uma manifestação da cultura nacional. A proposta (PL 943/2019) foi aprovada no fim de março e foi sancionada em abril por meio da Lei 14.555 de 2023.