Suframa e Cieam discutem projeto de inventário de biomassa na área do Distrito Agropecuário

Representantes da Suframa e do Cieam se reuniram para tratar sobre projeto para o Distrito Agropecuário (Foto: Divulgação/Suframa)

Representantes da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) se reuniram, nesta sexta-feira (06/07), com o pesquisador Niro Higuchi, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), e uma comitiva do Centro das Indústrias do Estado do Amazonas (Cieam), para discutir os resultados preliminares de um projeto cuja finalidade foi fazer um inventário da biomassa total de uma área localizada no Distrito Agropecuário da Suframa (DAS).

O pesquisador e os representantes do Cieam também aproveitaram a ocasião para apresentar à Suframa a ideia de utilizar uma propriedade mais ampla no Distrito Agropecuário – estimada em 15 mil hectares -, visando à ampliação do estudo, de forma a conhecer de forma mais apropriada a influência da floresta amazônica – especificamente as áreas verdes inseridas no DAS -, sobre o processo de mitigação de emissões das indústrias da Zona Franca de Manaus.

“Acreditamos que seja um projeto bastante original e que vem a contribuir para a promoção de práticas sustentáveis, portanto, temos toda a disposição em contribuir para a continuidade e a ampliação do estudo. Precisamos, neste momento, que o Cieam protocole formalmente o pleito na Suframa para que nós possamos conhecer precisamente a localização e os detalhes do terreno almejado, bem como direcionar para que as áreas técnicas façam todas as diligências necessárias. A partir daí, poderemos caminhar para os próximos encaminhamentos”, afirmou o superintendente-adjunto Executivo da Suframa, Frederico Aguiar.

Segundo a Suframa, o projeto coordenado pelo pesquisador Niro Higuchi conta com apoio da Comissão ESG (Ambiental, Social e Governança) do Cieam. A comitiva do Centro das Indústrias do Estado do Amazonas (Cieam) foi composta por Mauricio Loureiro, Régia Moreira e Iuquio Ashibe, liderados pelo presidente-executivo, Lúcio Flávio Morais de Oliveira.