Voo Manaus-Lisboa será retomado em novembro e terá escala em Belém (PA)

Voo sairá da capital amazonense três vezes na semana fazendo conexão em Belém
TAP voltará a voar para Manaus a partir do próximo mês de novembro (Foto: Divulgação)

Após ter sido suspenso há oito anos, o voo Manaus-Lisboa, operado pela companhia aérea TAP Air Portugal, será retomado a partir do próximo dia 4 de novembro deste ano. A informação foi divulgada pela própria companhia aérea na última quarta-feira (26/06).

Conforme a TAP, o voo sairá de Manaus três vezes por semana e terá conexão em Belém, no Pará. A retomada da rota mostra que o Brasil é estratégico para a empresa portuguesa.

O Brasil é estratégico para a TAP e o regresso do nosso voo para Manaus é mais um sinal de que vamos continuar a investir no desenvolvimento das nossas operações no país

Luís Rodrigues, CEO da TAP

Na avaliação da diretora-presidente da Concessionária dos Aeroportos da Amazônia, da Vinci Airports, Karen Strougo, a chegada da TAP a Manaus representa uma etapa importante na melhoria da conectividade do Amazonas com a Europa, pois facilitará a “recepção de mais turistas estrangeiros aos destinos de natureza e cultura do Estado”, estimulando a viagem dos amazonenses a Portugal e suas conexões a partir do hub de Lisboa, disse em declaração à imprensa.

Mercado europeu

Para o presidente da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), Marcelo Freixo, que está em Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), a retomada da rota permitirá a conexão da capital amazonense – que é sede de um dos maiores polos industriais do Brasil -, ao mercado europeu. “Isso tem uma enorme relevância e perspectiva para o turismo na região”, afirmou o presidente da Embratur.

Por sua vez, o presidente da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), Ian Ribeiro, destacou que a conexão para a Europa transforma Manaus em uma importante rota internacional. “Temos a total convicção de que o número de turistas europeu irá aumentar no nosso Estado”, declarou Ribeiro.