Amazonas x Flamengo: Defensoria pede redução no valor dos ingressos

Segundo a Defensoria, o preço dos ingressos é abusivo

Após repercussão dos valores dos ingressos para o jogo de futebol entre Amazonas FC e Flamengo pela terceira fase da Copa do Brasil, a Defensoria Pública do Estado do Amazonas entrou com uma ação na Justiça Estadual pedindo a redução de 30% nos valores das entradas.

Os preços variam entre R$ 150 (meia) e R$ 1.500 (inteira) e são vendidos no site achetickets.com.br. A taxa de serviço é de até R$ 225 para os bilhetes mais caros. O jogo está marcado para acontecer no próximo dia 22 de maio na Arena da Amazônia, em Manaus.

A Defensoria informou que a ação foi proposta após reclamações sobre os valores cobrados pelo Amazonas FC.

Devolução da diferença

A ação, com pedido de concessão da tutela provisória de urgência de natureza antecipada, também solicita a devolução da diferença dos valores dos ingressos para quem já os adquiriu e a suspensão das vendas pelo prazo de 48 horas, para que os responsáveis ajustem o sistema de venda de ingressos e voltem a comercializá-los com o desconto de 30%.

Preços abusivos

De acordo com a ação civil, o Amazonas iniciou a comercialização dos ingressos, por meio da plataforma Ache Tickets, de maneira abusiva, “já que pratica preços totalmente fora da média para as partidas realizadas no Estado do Amazonas, quando os jogos envolvem grandes clubes”.