Após empate sem gols, Parintins é superado por São Raimundo nos pênaltis pelo Barezão

A partida começou com o time da casa comandando as ações ofensivas de Állefe, em finalização cruzada afastada pela defesa, e Léo Itaperuna, em cabeceio perigoso pela linha de fundo

Na noite deste sábado (17/02), o RPE Parintins enfrentou o São Raimundo no estádio Francisco Garcia, em Rio Preto da Eva, pela semifinal do primeiro turno do Campeonato Amazonense. Após noventa minutos de muito equilíbrio e placar zerado, o Tourão foi superado por 3 a 0 pelo alviceleste nas cobranças de pênaltis.

O jogo

A partida começou com o time da casa comandando as ações ofensivas de Állefe, em finalização cruzada afastada pela defesa, e Léo Itaperuna, em cabeceio perigoso pela linha de fundo. O visitante concluiu a gol na jogada seguinte, quando Wagner bateu mascado pela defesa e o goleiro Robert defendeu sem dificuldade.

Com maior volume de jogo, o Parintins pressionou o São Raimundo atuando com linhas altas e jogadas aéreas, mas pouco finalizava até que, aos 41 minutos, Állefe balançou as redes com cabeceio, mas a arbitragem assinalou impedimento.

Na volta do intervalo, o Tourão levou um susto nos primeiros minutos, quando Léo Salgado finalizou bola perigosa na trave de Robert. A partida seguiu equilibrada e com poucas chances claras até os 36 minutos, momento em que Gabriel Henrique cobrou falta e Fernando finalizou, com pouca força, para fácil defesa de Douglas.

Nos minutos finais da partida, uma confusão na linha de fundo do ataque do Parintins resultou na expulsão do atacante Weverton Gudula. Antes do apito final, foi a vez do São Raimundo perder o lateral Junior Morango, também expulso.

Sem gols, a vaga à final do primeiro turno do Barezão foi decidida nos pênaltis. Diante de mais de 3 mil torcedores, coube ao goleiro Douglas – ex-Parintins e filho de Rio Preto da Eva – as defesas das cobranças de Gabriel Henrique, Léo Itaperuna e Ygor, que garantiram o triunfo alviceleste, que converteu as batidas de Marquinhos, Elyvelton e João Luís.

O técnico Maurinho Fonseca exaltou o domínio do Parintins na partida sem desmerecer a postura do adversário.

“Fizemos um primeiro tempo melhor, marcamos um gol que pelo que ouvi falar, foi legítimo. O São Raimundo lutou por todas as bolas, levou a decisão para os pênaltis e foi feliz. O futebol tem dessas coisas”, disse, lembrando a passagem de Douglas pelo Tourão na temporada passada. “O goleiro que estava com a gente acabou sendo o herói com méritos”, completou.

Maurinho parabenizou a equipe pela atuação, não apenas na partida semifinal, mas por todo o primeiro turno do Barezão. “É o que falo aos meus atletas sempre: o mais difícil da escalada não é chegar ao topo, é se manter lá. Hoje chegamos como uma equipe invicta, perdemos nos pênaltis e temos que colher algum aprendizado. Cada jogo nos trouxe um aprendizado que vai nos fortalecer para chegar no topo. Sem isso, teremos dificuldades no segundo turno”, concluiu.

Segundo turno

RPE Parintins volta a campo no dia 02 de março (sábado), pela primeira rodada do segundo turno do Barezão. O Tourão reencontrará o São Raimundo, às 15h30, no estádio Ismael Benigno – a Colina.

Com informações da assessoria