Brasileirão será retomado no sábado (01/06)

Os presidentes dos três clubes gaúchos deixaram a reunião satisfeitos com as decisões
CBF, clubes e federações se reuniram na sede da entidade para o Conselho Técnico Extraordinário Série A
(Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

O Brasileirão Betano será retomado a partir do sábado (01/06). Essa foi a decisão unânime dos 20 clubes que integram o Conselho Técnico Extraordinário da competição, realizado nesta segunda-feira (27/05), na sede da CBF, no Rio de Janeiro.

De acordo com a decisão do órgão, a competição será reiniciada a partir da 7ª rodada, que começa no sábado (01/06), data originalmente reservada para a 9ª rodada. A intenção é preservar o planejamento técnico que embasou a elaboração da tabela.

“Foi uma reunião de alto nível, muito produtiva e contamos com a decisão unânime dos clubes. Gostaria também de mais uma vez prestar solidariedade aos clubes gaúchos e todo o povo do Rio Grande do Sul”, afirmou o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues.

Mando de campo

Com a decisão, o Brasileirão será encerrado no dia 8 de dezembro, conforme previsto no início da temporada. Na reunião, os integrantes do conselho acordaram que os clubes gaúchos vão poder inverter o mando de campo no primeiro turno. A troca de mando terá que contar com a aprovação dos adversários.

Os presidentes dos três clubes gaúchos deixaram a reunião satisfeitos com as decisões do Conselho Técnico.

“Conseguimos consensuar decisões que envolvem o restante do campeonato, o calendário, o apoio da CBF, e, principalmente, os clubes do Rio Grande do Sul, que sofrem hoje com essa catástrofe climática. Esses acordos nos dão uma segurança e uma previsibilidade de trabalho”, disse o presidente do Internacional, Alexandre Barcellos.

“Foi uma reunião muito positiva, acabou nos ajudando com relação ao formato da tabela. Os encaixes ficaram bons”, contou o presidente do Juventude, Fábio Pizzamiglio.

No dia 15, o Brasileiro Betano Série A foi suspenso por duas rodadas a pedido de 16 clubes que disputam a competição em virtude das enchentes provocadas no Rio Grande do Sul.

Desde o início do mês, os três clubes gaúchos (Grêmio, Internacional e Juventude) tiveram suas partidas suspensas por causa dos eventos climáticos severos neste mês no Estado.

“A gente fica feliz também que a grande maioria dos clubes entenderam a situação que estamos passando no Rio Grande do Sul. Tomamos algumas medidas paliativas pra gente retomar e minimizar o desequilíbrio”, disse o presidente do Grêmio, Alberto Guerra.

Na semana passada, a CBF reprogramou as 7ª, 8ª e 9ª rodadas.