Carlos Jordy é alvo de operação que apura atos golpistas de 8 de janeiro

No Rio de Janeiro e no Distrito Federal, Polícia Federal cumpre dez mandados de busca e apreensão

Brasil de Fato – O deputado federal Carlos Jordy (PL-RJ) é um dos alvos da operação Lesa Pátria, da Polícia Federal, deflagrada nesta quinta-feira (18/01). Mandados de busca e apreensão acontecem na casa do parlamentar no Rio de Janeiro e em seu gabinete em Brasília (DF), na Câmara dos Deputados.

Segundo a PF, a ação tem o objetivo de identificar pessoas que planejaram, incitaram e financiaram os atos golpistas que aconteceram em 8 de janeiro e depredaram as sedes dos três Poderes.

Ao todo são cumpridos dez mandados de busca e apreensão, autorizados pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

“Os fatos investigados constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, associação criminosa e incitação ao crime”, explicou a corporação, em nota.

Na rede social X (antigo Twitter), Jordy criticou a medida autorizada pelo ministro do STF, Alexandre de Moraes. “Uma medida autoritária, sem fundamento, sem indício algum, que somente visa perseguir, intimidar e criar narrativa às vésperas de eleição municipal.”

VEJA VÍDEO: