CDL Manaus prevê aumento de 2,8% nas vendas do Dia das Mães

Para os varejistas, o Dia das Mães é um momento crucial para impulsionar as vendas e atrair novos clientes
O Dia das Mães é reconhecido como a terceira data sazonal com maior volume de vendas (Foto: Divulgação)

A pesquisa realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL Manaus), divulgada nesta sexta-feira (26/04), aponta que a expectativa de crescimento nas vendas do co”mércio amazonense para o Dia das Mães é de 2,8%, em comparação ao mesmo período de 2023. O aumento equivale a arrecadação de mais de R$ 155.000.000,00 na receita bruta, com ticket médio de compras de aproximadamente R$ 167.

Para os varejistas, o Dia das Mães é um momento crucial para impulsionar as vendas e atrair novos clientes, oferecendo uma ampla variedade de produtos e serviços especialmente dedicados a essa data. É um período em que as lojas se enchem de opções criativas e inspiradoras, criando um ambiente de afeto e celebração por todo o comércio.

Segundo o presidente da CDL Manaus, Ralph Assayag, o Dia das Mães é reconhecido como a terceira data sazonal com maior volume de vendas, ficando atrás apenas do Natal e do Ano Novo.

“A pesquisa realizada pela CDL Manaus é abrangente, fornecendo insights valiosos sobre as preferências das mães, incluindo o tipo de presente que desejam receber até mesmo o valor médio que os filhos planejam gastar em presentes. Além disso, destaco a bela tradição de solidariedade e harmonia que esse momento inspira, onde o presente pode ser direcionado para outras figuras maternas, como a avó, ou para mães que ajudam outras pessoas”, disse o presidente.

Ralph Assayag enfatiza que os comerciantes estão plenamente preparados para atender à demanda gerada pelo Dia das Mães, e ressalta que as formas de pagamento estão mais facilitadas do que nunca. Quanto à geração de empregos temporários, o empresário expressa otimismo, sugerindo que os números podem superar os registros do ano anterior.

Segundo a pesquisa, 94% dos entrevistados pretendem presentear nesta data comemorativa. A maior porcentagem pretende presentear as mães (77%), seguido de avó (23%), sogra (21%), esposa (20%), irmã (16%), tia (16%), filha (11%), amiga (11%), cunhada (5%), madrinha (4%), nora (3%), namorada (2%), ex-mulher (2%), madrasta (1%), indecisos (2%).

O que pretendem presentear

Os artigos de perfumes e cosméticos lideram a lista de intenção de compras para o Dia das Mães, com 44%, seguidos por vestuário (34%), calçados (30%), bolsa e acessórios (19%), almoço ou jantar (17%), joias (16%), eletrodoméstico (16%), cama, mesa e banho (14%), flores (12%), celular (11%), eletroeletrônico (7%), viagens e passeio (3%), indecisos (14%).

O que as mães gostariam ganhar

Por outro lado, a pesquisa também identificou os itens que as mães gostariam de ganhar. Perfumes e cosméticos lideram a lista, com (31%); seguidos por vestuário (29%); calçados (24%); celular (21%); bolsas/acessórios (17%); almoço/jantar (16%); eletrodoméstico (13%); viagem/passeio (12%); cama/mesa/banho (11%); flores (7%); artigos esportivos (3%) e indecisos (7%).

Pretensão de gasto

Sobre o valor a ser gasto, a maioria (41%) planeja investir entre R$ 101,00 e R$ 200,00; enquanto outros (32%) preferem gastar entre R$ 201,00 e R$ 300,00 reais; (14%) até R$ 100,00 reais; (8%) de R$ 301,00 a R$ 500,00 reais e (5%) acima da R$ 500,00.

Fatores que influenciam o local compra

Os fatores que mais influenciam na escolha do presente são: promoções e descontos (66%); preço (58%); facilidade de pagamento (27%); atendimento (22%) e frete (8%).

Forma de pagamento

Em relação à forma de pagamento, o pagamento no pix é o mais cotado com (43%); seguido de cartão de crédito parcelado (38%); dinheiro (34%); cartão de débito (20%); crediário da loja (5%) e cartão de crédito 1x (3%).

Local de compra

Na hora de escolher onde comprar, os shoppings centers (38%) são os principais destinos, seguidos pelo comércio do Centro (30%); internet lojas virtuais ficou com (13%); comércio do bairro (5%); supermercado (2%) mas tem aqueles que ainda não sabem onde vão comprar com (12%).

A pesquisa foi realizada com mais de 2.516 pessoas da zona urbana de Manaus, entre homens e mulheres maiores de 18 anos, via Google Formulários e aplicativo de mensagens instantâneas, no período de 08 a 19 de abril.

Com informações da assessoria