Colônias israelenses são incendiadas após Israel atacar Líbano com bombas de fósforo branco

Colônias israelenses ficaram em chamas em retaliação aos ataques de Israel com bombas de fósforo branco contra o Líbano (Foto: Divulgação)

O Líbano reagiu aos ataques lançados por Israel com bombas de fósforo branco, que resultaram na destruição de vários hectares de florestas no sul do território libanês, no último final de semana -, e disparou, nesta segunda-feira (03/06), foguetes e drones que deixaram várias colônias israelenses, literalmente, em chamas.

Do lado libanês, a cidade mais afetada pelas agressões israelenses foi Adaysseh (a 95 quilômetros de Beirute). Vários hectares de floresta que circundam a localidade foram destruídos nos ataques lançados por Israel.

Em resposta, a Resistência Libanesa, liderada pelo Hezbollah, disparou dezenas de foguetes e drones contra as colônias israelenses encravadas no norte da Palestina Ocupada. De acordo com fontes militares israelenses, ao menos 15 locais em oito colônias foram atingidos pelos projéteis lançados do Líbano.

A colônia mais afetada foi Kiryat Shmona, que fica a poucos quilômetros da fronteira libanesa.

Oliveiras do Líbano destruídas por Israel

O Líbano acusou Israel de queimar mais de 60 mil oliveiras em ataques aéreos no sul do Líbano desde outubro do ano passado.

“O sul do Líbano é bombardeado diariamente por Israel com bombas de fósforo branco proibidas internacionalmente”, disse o ministro da Agricultura, Abbas Hajj Hassan, numa reunião na sede da ONU na capital Beirute, em março deste ano.

Na ocasião, ele afirmou que os ataques aéreos israelenses causaram mais de 657 incêndios e infligiram danos a “mais de 6 mil dunams (6 quilômetros quadrados) de florestas e terras agrícolas” do Líbano.

Colônia sionista foi fundada sob os escombros de cidade árabe

A colônia de Kiryat Shmona foi fundada em 1949 sobre os escombros da cidade árabe de Al-Khalisa, que foi invadida e destruída pelo grupo terrorista judaico Haganah durante a guerra de usurpação da Palestina.

Com informações das agências internacionais de notícias

Florestas da cidade libanesa de Adaysseh foram incendiadas pelos agressores israelenses (Vídeo: Divulgação)