Cresce a violência contra pessoas idosas no Amazonas

De acordo com a Delegacia Especializada em Crimes Contra a Pessoa Idosa (DECCI), houve um aumento de 110% no número de procedimentos policiais
Polícia registrou alta nas ações para combater a violência contra pessoas idosas no AM (Foto: Divulgação/Secom)

A violência contra pessoas idosas cresceu no Amazonas. De acordo com a Delegacia Especializada em Crimes Contra a Pessoa Idosa (DECCI), houve um aumento de 110% no número de procedimentos policiais – entre inquéritos policiais, cumprimento de mandados de prisão e Termos Circunstanciados de Ocorrências (TCO’S) -, entre os meses de janeiro e abril deste ano, em relação ao mesmo período de 2023.

Ainda segundo a DECCI, No primeiro quadrimestre de 2024, foram registrados quase 1,5 mil Boletins de Ocorrências (BOs), e recebidas mais de 700 denúncias anônimas por meio dos canais de denúncias. Conforme os números, por semana, a unidade recebe quase 70 denúncias e registra perto der 100 BOs.

“Nós, da Delegacia da Pessoa Idosa, temos a preocupação de averiguar e investigar todas essas denúncias recebidas, sejam por meio do disque-denúncia ou dos boletins que são registrados na nossa unidade. Além disso, diligenciamos nas casas das vítimas a fim de constatar a procedência dessas denúncias para as providências cabíveis”, afirmou a delegada da DECCI, Andrea Nascimento.

Segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), os dados da DECCI foram apresentados como destaque durante o 24° Ciclo de Gestão para Desempenho (CGD), realizado pela própria SSP-AM.

As ações da DECCI resultaram em 127 TCOs, 198 inquéritos, 54 solicitações de medidas protetivas, dois cumprimentos de mandados de prisão e oito prisões em flagrante.