Dia das Mães: Procon-AM orienta sobre cuidados na hora das compras e das trocas de presentes

Os consumidores devem avaliar sua situação financeira antes de efetuar compras, evitando serem atraídos por promoções

O fluxo de clientes no comércio aumenta consideravelmente na semana do Dia das Mães, comemorado no próximo domingo (10/05). Diante desse cenário, o Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-AM) destaca a importância da cautela na realização de compras presenciais e enfatiza o consumidor a evitar compras online por impulso.

O diretor-presidente do Procon-AM, Jalil Fraxe, destaca a necessidade de os consumidores avaliarem sua situação financeira antes de efetuar compras, evitando serem atraídos por promoções que nem sempre refletem uma real redução de preço.

“As pessoas devem se ater aos detalhes, quanto aos encartes publicitários e as propagandas que estão sendo veiculadas, que atraem o consumidor para ver se há de fato um desconto ou a oferta que está sendo prometida”, disse.

Conforme a chefe do Departamento Jurídico do Procon, Raquel Lima, é fundamental que os consumidores verifiquem a qualidade dos produtos antes de efetuar a compra e verificar se estão em boas condições de uso. No entanto, caso seja necessário realizar uma troca, é importante estar ciente dos fatores que permitem o procedimento, seja para roupas, sapatos, acessórios ou eletrodomésticos.

“A empresa responsável pelo fornecimento do produto tem até 30 dias para resolver o problema, a troca imediata só é exigida para itens essenciais, como eletrodomésticos. No entanto, o estabelecimento comercial não é obrigado a realizar a troca apenas por insatisfação do cliente, a menos que tenha sido acordado no momento da compra”, afirmou.

O gestor do órgão destaca que, em transações on-line, é importante que os consumidores verifiquem a confiabilidade dos sites antes de fornecerem informações pessoais ou de pagamento. É imprescindível buscar indicadores de segurança nos sites, como um cadeado no canto superior da página, e verificar informações de contato, como e-mail, telefone e endereço físico.

“É importante buscar sites confiáveis, antes de fornecer qualquer dado pessoal de pagamento. Verificar que os sites seguros possuem um cadeado de segurança no canto superior e também dispõem de dados como: e-mail, telefone, endereço físico e alguma outra forma de comunicação com o site. Existe também a plataforma Reclame Aqui, onde você pode buscar reclamações sobre o site e qual a natureza delas”, salienta o diretor-presidente do Procon, Jalil Fraxe.

Compras Online x Compras Presencial

A principal diferença entre as compras presenciais e as compras online está no direito previsto no art. 49 da Croei do CDC, que rege o direito à desistência da compra online e o direito à troca. Segundo Fraxe, é importante destacar que, antes de efetivar compras online, é preciso observar questões como a política de troca, o e-commerce e o site antes de fechar o pedido.

“Se você realizou a compra fora do estabelecimento comercial, ou por rede social, o estabelecimento tem a obrigação do recebimento do produto em até sete dias e efetuar a troca de forma gratuita. Já quem vai às compras presenciais nesse período do Dia das Mães, é importante estar atento à política de troca da loja que a pessoa for. Devido a cada loja existir um sistema diferente, não há uma previsão na lei que obrigue a loja a realizar essa troca”, frisou.

Essas orientações são essenciais para garantir que os consumidores possam desfrutar das compras do Dia das Mães de forma segura e consciente, proporcionando uma experiência positiva para todos.

Denúncias

Para realizar denúncias, a população pode contatar o Instituto de Defesa do Consumidor através dos telefones (92) 33215-4009 ou 0800 092 1512, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, ou encaminhar a demanda por e-mail para fiscalizacaoprocon@procon.am.gov.br.

Com informações da assessoria