Em novo ataque, Israel mata 20 palestinos e fere 155 que esperavam entrega de ajuda humanitária

Os números foram confirmados pelo Ministério da Saúde de Gaza em um comunicado

Brasil de Fato – Ao menos 20 palestinos morreram e 155 ficaram feridos ao serem atingidos por um ataque aéreo israelense por volta da 0h de sexta-feira (horário local), novamente na rotatória do Kuwait, no norte da Cidade de Gaza, enquanto aguardavam a entrega de ajuda humanitária.

Os números foram confirmados pelo Ministério da Saúde de Gaza em um comunicado.

De acordo com fontes locais, “caças e drones israelenses lançaram rajadas de tiros e lançaram mísseis contra uma multidão que aguardava a entrega de alimentos e suprimentos de socorro”, informou a agência de notícias palestina Wafa, que ressaltou que o total de vítimas deve aumentar nas próximas horas.

Outros oito civis palestinos foram mortos na tarde de quinta-feira em um ataque aéreo israelense a um armazém de distribuição de ajuda no campo de refugiados de Nuseirat, na região central da Faixa de Gaza, também segundo a Wafa.

Horas depois, ao menos seis moradores de Gaza foram mortos e 83 ficaram feridos em outro ataque israelense na rotatória do Kuwait – local designado para a entrega de ajuda humanitária da ONU destinada ao norte da Faixa de Gaza e sujeita à aprovação das autoridades israelenses.

Na quarta-feira, um bombardeio israelense atingiu um centro de distribuição de ajuda da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina no Oriente Próximo (UNRWA) em Rafah, matando cinco pessoas.

Em 29 de fevereiro, o ataque conhecido como “Massacre da Farinha” matou 118 moradores de Gaza, com soldados israelenses abrindo fogo contra uma multidão faminta.