Espetáculo ‘Solatium’ estreia no Teatro Amazonas

O espetáculo é definido por seus idealizadores, em sua concepção original, como “uma estratégia de sobrevivência”

Dando continuidade à Temporada dos Corpos Artísticos no Teatro Amazonas, será apresentado nesta terça-feira (23/04), às 20h, o espetáculo “Solatium”, que reúne no palco o Corpo de Dança do Amazonas (CDA) e a Orquestra de Câmara do Amazonas (OCA), dois dos mais proeminentes Corpos Artísticos do Governo do Amazonas, mantidos pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa. Os ingressos estão à venda na bilheteria do teatro e no shopingressos.com.br.

Criado durante a pandemia de Covid-19, o espetáculo é definido por seus idealizadores, em sua concepção original, como “uma estratégia de sobrevivência”. A obra traz em sua premissa a resistência da Arte através das conexões virtuais possibilitadas pelo diretor e coreógrafo Mário Nascimento ao elenco do Corpo de Dança do Amazonas durante a pandemia.

É que o período de confinamento ocasionado pela pandemia de Covid-19 afetou os ensaios dos Corpos Artísticos do Estado, que tiveram de encontrar um meio de continuar os trabalhos pelas plataformas digitais. 

Esse processo de criar meios de não parar, mesmo impossibilitados de se encontrar, resultou, após cinco meses, no espetáculo “Solatium”. O diretor do CDA, Mário Nascimento, conta que, antes do novo coronavírus chegar ao Amazonas e paralisar as atividades, já havia a ideia de trabalhar com a OCA em um novo projeto. 

Com a pandemia, os bailarinos começaram a receber instruções para ensaios em casa e, após uma conversa com o regente titular da OCA, Marcelo de Jesus, três obras da série “Divertimentos”, de Mozart, foram usadas como fio condutor para o surgimento de um novo espetáculo.

Com informações da assessoria