Genocídio: quase 200 corpos são achados em vala dentro de hospital na Faixa de Gaza, diz TV

As vítimas podem ter sido torturadas antes de serem mortas por Israel

Quase 200 corpos foram encontrados em uma vala no Complexo Médico Nasser, no último sábado (20/04), em Khan Younis, na Faixa de Gaza. As informações são da TV Al-Jazeera.

Em torno de 180 corpos, que estavam enterrados no local, já foram recuperados. Os corpos incluem homens jovens, crianças e idosas. A vala teria sido feita por militares israelenses.

Alguns dos corpos estavam sem roupas, o que poderia indicar que foram presos, torturados e submetidos a maus-tratos, segundo Mahmoud Bassal, porta-voz da Defesa Civil, à AFP.

“Foram executados a sangue frio e enterrados com rolos compressores militares”, disse eleo grupo palestino Hamas, que criticou os Estados Unidos pelo seu “apoio militar e político ilimitado” ao governo de Benjamin Netanyahu.

Num comunicado divulgado no sábado à noite, os serviços de emergência palestinos noticiavam: “As nossas equipes vão manter as operações de busca e recuperação dos restos dos mártires nos próximos dias, porque ainda existe um número significativo de corpos enterrados.”