Grávida é presa por fazer exames em clínica de Manaus e dar golpe do falso PIX

A mulher fingiu ter feito o pagamento com o PIX, mas foi descoberta pelos funcionários da clínica

Os Policiais civis do 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP) prenderam em flagrante, na quarta-feira (22/05), Tainara dos Santos da Silva Menezes, de 20 anos, por crime de estelionato contra uma clínica na avenida Autaz Mirim, bairro Tancredo Neves, zona leste de Manaus.

Conforme o delegado Christiano Castilho, titular do 14º DIP, a mulher fez exames de pré-natal na clínica de saúde, mas durante o pagamento, simulou realizar uma transferência bancária via Pix no valor de R$ 2.130, referente aos exames.

Os funcionários verificaram que a transferência era falsa e acionaram a Polícia Civil, que compareceu ao local e prendeu a jovem em flagrante.

“Foi verificado no sistema que ela já respondia a outro processo pelo crime de estelionato”, informou o delegado.

Conduzida à unidade policial, Tainara dos Santos da Silva Menezes foi autuada por estelionato. Ela passará por audiência de custódia e ficará à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria