Após eliminação da Copa do Brasil, Amazonas FC anuncia demissão do técnico Adilson Batista

Adilson Batista anunciou a demissão para assumir a base do Cruzeiro
Adilson Batista partiicpou apenas de oito jogos com o Amazonas Fc (Foto: Divulgação)

A nova derrota para o Flamengo, dessa vez em casa, rendeu não só a eliminação do Amazonas FC da Copa do Brasil, mas também a saída do técnico Adilson Batista – que já vinha negociando com o Cruzeiro. O clube amazonense anunciou a demissão dele na manhã desta quinta-feira (23/05).

Adilson chegou ao Amazonas em abril, nas vésperas da estreia contra o Sport, na Série B do Campeonato Brasileiro. O profissional de 56 anos deixa o clube após oito jogos, com uma vitória, dois empates e cinco derrotas.

O Amazonas será comandado interinamente pelo auxiliar técnico permanente, Ibson Silva. No entanto, o clube já está em busca de um nome para coordenar a equipe nas próximas partidas.

Pediu para sair

Apesar de ter negado anteriormente que estava sendo sondado pelo Cruzeiro, Adilson Batista confirmou que vai assumir o cargo de coordenador de base do clube mineiro. Adilson revelou que o tempo de contrato será de cinco anos com o time que “tem grande indentificação”.

“Agradeço a todos os profissionais do clube, diretoria, torcedores e imprensa local. De coração, gostei de ter trabalhado no Amazonas…Vou para uma nova função no Cruzeiro. Muito obrigado Amazonas!”, ressaltou Adilson a veículos de comunicação.

O acordo para o retorno ao Cruzeiro foi tratado diretamente com Pedro Lourenço, sócio majoritário da SAF Celeste e amigo próximo de Adilson