Justiça manda Carpê Andrade apagar matéria que denuncia David Almeida por gastos milionários com viagens

O parlamentar confirmou a existência da liminar, mas negou que haja condenação para o pagamento de R$ 52 mil por danos morais

A Justiça do Amazonas concedeu liminar em favor do prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), para que o vereador Carpê Andrade retire a publicação intitulada “Luxando no Exterior: Prefeitura de Manaus gastou mais de R$ 1 milhão com passagens e diários internacionais”. Nas redes sociais, nesta quinta-feira (15/02), o parlamentar confirmou a existência da liminar, mas negou que haja condenação para o pagamento de R$ 52 mil por danos morais.

“Não existe nenhuma condenação contra a minha pessoa nesse processo no qual o prefeito está me processando por uma matéria que eu fiz sobre os gastos públicos. Na verdade, ele solicitou por meio de liminar a retirada da matéria. Nós acatamos o pedido da liminar e retiramos. Esse valor é o que ele pede no processo por danos morais. Só que não houve condenação nenhuma sobre isso. Se quer, houve a audiência”, declarou ele em vídeo publicado.

VEJA VÍDEO

Na ocasião da denúncia, o vereador destacou que a publicação se baseou nos dados oficiais do Portal da Transparência do município, onde foi constatado um gasto acima de R$ 1 milhão com passagens aéreas e diariamente.

“Em cerca de 1 ano o prefeito de Manaus e sua equipe viajaram e gastaram MUITO dinheiro público. Entre as viagens, ele foi para os Estados Unidos e correr na Espanha. E a pergunta que fazemos é: O QUE MANAUS GANHOU COM ISSO? ADVINHA QUEM PAGA ESSA DÍVIDA! Com tantos problemas, saúde precárias, ônibus velhos e ruas esburacadas essa é a prioridade do prefeito? Lamentável!”, disse o político nas suas redes sociais na época.