Ministros de Israel ameaçam derrubar o governo caso plano de paz dos EUA seja aceito 

Dois membros mais proeminentes da extrema-direita do governo de Israel rejeitam a proposta

Dois ministros israelenses de extrema direita ameaçaram renunciar e derrubar a coalizão governamental do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu se ele aceitar uma proposta de paz apresentada pelo presidente dos EUA, Joe Biden. As informações são da CNN.

Biden revelou na sexta-feira (31/05), o que disse ser uma proposta israelense em três fases para encerrar o conflito em Gaza, que combinaria a libertação de reféns com um “cessar-fogo total e completo”.

Durante um discurso, o presidente americano disse que o Hamas estava degradado a tal ponto que já não conseguia realizar o tipo de ataque visto em 7 de outubro, que lançou a atual guerra em Gaza.

“É hora desta guerra acabar”, disse ele, uma indicação clara de que – no que lhe diz respeito – os objetivos de guerra de Israel foram alcançados.

Por outro lado, os dois membros mais proeminentes da extrema-direita do governo de Israel, o ministro das Finanças, Bezalel Smotrich, e o ministro da Segurança Nacional, Itamar Ben Gvir, deixaram explicitamente claro que rejeitam um cessar-fogo imediato.