Morre o ex-deputado Arthur Bisneto aos 44 anos

A morte do ex-político amazonense foi confirmada pelo próprio pai dele, o ex-senador e ex-prefeito de Manaus, Arthur Neto, 78 anos, em uma postagem nas redes sociais

O ex-deputado Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro Bisneto morreu, nesta terça-feira (28/05), aos 44 anos, em Manaus. A morte do ex-político amazonense foi confirmada pelo próprio pai dele, o ex-senador e ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, 78 anos, em uma postagem nas redes sociais

“Meu filho Arhur Virgílio do Carmo Ribeiro Bisneto morreu. Vou encontrá-lo brevemente. Pode esperar, me filho. Sabe que não fujo dos meus compromissos!”, disse Arthur Neto.

Arthur Bisneto foi encontrado morto em sua casa, em um condomínio de luxo no bairro Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus. Uma equipe do Serviço Ambulatorial Móvel de Urgência (Samu) foi acionada para atender uma ocorrência dentro do condomínio onde Bisneto morava, porém, o ex-político já foi encontrado sem vida em sua residência. 

A causa da morte ainda é desconhecida. Porém, um vizinho divulgou um vídeo no qual uma pessoa que estava na casa de Bisneto informou que o mesmo havia falecido em função de um infarto fulminante.

De acordo com um ex-assessor que, ainda, era próximo do ex-deputado e pediu para não ter o nome divulgado, Arthur Bisneto sofria com um quadro de depressão e, também, tinha problemas com o uso de substâncias químicas.

Arthur Neto anunciou a morte do filho Arthur Bisneto (Foto: Divulgação)

Trajetória política

Nascido em Manaus, no dia 1º de outubro de 1979, Arthur Bisneto era filiado ao PSDB, partido pelo qual se elegeu para seu primeiro mandato parlamentar, em 2000, quando se tornou vereador por Manaus.

Ele ficou no cargo até 2002, ano em que se elegeu deputado estadual na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), repetindo a façanha por três mandatos consecutivos, entre 2003 e 2014, quando foi eleito para deputado federal, sendo o mais votado na eleição daquele ano, com 250.916 votos.

Arthur Bisneto, também, foi chefe da Casa Civil da Prefeitura de Manaus durante o último mandato do pai, Arthur Neto. Depois desse período, Arthur Bisneto não ocupou mais nenhum cargo político ou obteve mandato legislativo.