Pesquisas com frutos da Amazônia serão apresentadas pela primeira vez em evento internacional

A pesquisa consiste em produzir uma bebida cujo tempo de atividade e tempo de vida útil possam ser utilizados para fins nutricionais
A pesquisa busca enfatizar a relevância única e funcional da Amazônia como fonte de ingredientes vitais (Foto: Divulgação)

Pesquisas desenvolvidas pelo Centro de Bionegócios da Amazônia (CBA), a partir do potencial nutricional de produtos amazônicos como o jucá (Libidiba ferrea), abacaxi (Ananas comosus), açaí (Euterpe oleracea) e abiu (Pouteria caimito), serão apresentadas durante o I Congresso Internacional de Alimentos Funcionais da Amazônia (CIAFA).

A programação, que acontece nos dias 3 e 4 de junho no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), visa proporcionar um fórum amplo e internacional para a troca de informações e experiências. Não apenas para explorar avanços na pesquisa e tecnologia de alimentos funcionais, mas também para enfatizar a relevância única e funcional da Amazônia como fonte de ingredientes vitais, destacando a importância estratégica do extrativismo e da agricultura sustentável na conservação da floresta.

O gerente do Núcleo de Produtos Naturais do CBA, pesquisador Edson Pablo da Silva, afirmou que sua equipe está otimista com a apresentação dos trabalhos. Ele destacou que o evento é uma oportunidade de mostrar para a sociedade que os estudos promovidos pelo CBA têm viabilidade para impactar diretamente na geração de bionegócios.

“A nossa intenção é justamente demonstrar a viabilidade de utilização das espécies amazônicas como fonte de nutrientes e, mais do que isso, serem inseridas no desenvolvimento de novos produtos a serem inseridos no mercado. E isso, justamente, impacta diretamente no desenvolvimento da nossa região, trazendo recursos, novos nichos de desenvolvimento, sobretudo para a nossa bioeconomia. E mais do que isso, gerando bionegócios a partir da nossa biodiversidade”, afirmou Edson.

No total, o CBA teve cinco projetos selecionados para o I CIAFA. São eles:

‘Explorando os potenciais bioativos dos subprodutos do Jucá (Libidiba ferrea) na região amazônica: uma abordagem de caracterização físico-química’.

“A pesquisa pretende identificar se a casca e a semente do Jucá têm algum potencial para desenvolver futuramente um produto alimentício, proporcionando um destino para o subproduto do fruto, o qual hoje é descartado, jogado fora, não é aproveitado, podendo vir a ser uma farinha ou compor uma barra de cereal”, explicou o pesquisador Vanderson Torres, autor da pesquisa.

‘Estudo da estabilidade e vida útil da bebida clarificada de açaí (Euterpe oleracea)’, de autoria da pesquisadora Ellen Pessoa Rocha.

A pesquisa consiste em produzir uma bebida cujo tempo de atividade e tempo de vida útil possam ser utilizados para fins nutricionais ou ainda para tratamento de algumas doenças como obesidade, aterosclerose e doenças cardiovasculares.

‘Caracterização físico-química de subprodutos do fruto abiu (Pouteria caimito) da Amazônia: Potencialidades nutricionais’, de autoria da pesquisadora Siglia Neves.

O trabalho, conforme explicou Siglia, visa identificar as potencialidades nutricionais da casca e da semente do abiu, materiais orgânicos que são dispensados. Por pertencerem a um fruto rico em polifenóis, existe a possibilidade de se produzir uma farinha enriquecida a partir da casca e utilizar essa ação antioxidante e também neurodegenerativa que a fruta possui para auxiliar na prevenção do câncer, por exemplo.

‘Caracterização físico-química e aplicações potenciais dos compostos extraídos dos subprodutos de abacaxi (Ananas comosus): Estratégias sustentáveis para inovação e desenvolvimento tecnológico’, de autoria da pesquisadora Vanessa Leal.

Tem o objetivo de utilizar o bagaço do abacaxi produzido pela indústria de polpas e destinar para a produção de ácidos orgânicos ou na indústria de alimentos, como produção de cookies, e ainda na indústria de energia.

‘Cultivo de microalga Chlorella sp. utilizando um subproduto agroindustrial oriundo da Amazônia e seu potencial e benefícios como alimento funcional’, de autoria do pesquisador Daniel Motta.

Saiba mais sobre o I CIAFA – O CIAFA antecede a LacFlavors, uma das mais importantes reuniões de negócios do setor de Alimentos e Bebidas da América Latina e Caribe, organizada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O evento será sediado em Manaus e, nesse contexto, uma rodada de negócios será incluída, ampliando as oportunidades de conexão e parcerias internacionais.