PF deflagra nova fase da Operação Lesa Pátria com foco em financiadores do 8 de Janeiro

No total, estão sendo cumpridos 34 mandados judiciais, que foram autorizados pelo Supremo Tribunal Federal

 Brasil de Fato – A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (29/02), a 25ª fase da Operação Lesa Pátria, com o objetivo de identificar os financiadores dos atos golpistas de 8 de janeiro do ano passado, quando os prédios dos Três Poderes foram invadidos e destruídos, em Brasília.

Ao todo, estão sendo cumpridos 34 mandados judiciais, que foram autorizados pelo Supremo Tribunal Federal (STF). São 24 mandados de busca e apreensão, três mandados de prisão preventiva e sete de monitoramento eletrônico. As ações ocorrem no Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Tocantins, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Espírito Santo e Distrito Federal.   

A Operação também determinou o bloqueio de bens, ativos e valores dos investigados. Uma estimativa da União aponta para um prejuízo de R$ 40 milhões devido à destruição do patrimônio público por parte dos golpistas.  

Os envolvidos são investigados pelos crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido. 

Medidas judiciais  

24 mandados de busca e apreensão (8 – TO), (6 – SP), (2 – MS), (3 – PR), (1 – RS), (1 – MG), (1 – ES), (2 – DF); 

3 mandados de prisão preventiva (1 – SP), (2 – DF); 

7 monitoramentos com tornozeleira eletrônica (1 – MS), (3 – PR), (1 – RS), (1 – SP), 1 – MG).