Procon-AM orienta sobre compra de pacotes para o Festival de Parintins

Procon-AM alerta para os cuidados que os consumidores devem ter antes de comprar pacotes turísticos para o Festival de Parintins (Foto: Divulgação/Procon-AM)

As pessoas que pretendem participar do Festival de Parintins, no final de junho, precisam ficar atentas na hora de comprar os pacotes turísticos para o município situado na região do baixo Amazonas (a 369 quilômetros de Manaus). Órgãos de defesa do consumidor alertam para possíveis contratempos e dão dicas sobre os cuidados que os visitantes devem tomar quando forem adquirir os pacotes para o evento.

Conforme o Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-AM), a principal recomendação é ficar atento às condições gerais do serviço, como formas de pagamento, políticas de cancelamento e reembolso, antes de adquirir produtos ou serviços turísticos, o consumidor

“É importante que o consumidor esteja atento quanto aos seus direitos em relação à compra dos pacotes turísticos, com a prática de venda casada, porque tira do consumidor a liberdade de escolher o que comprar, já que condiciona a venda de serviço ou produto à aquisição de outro”, destacou o diretor-presidente do Procon, Jalil Fraxe.

Caso o consumidor compre pela internet ou pelo telefone, ele tem até sete dias para cancelar a contratação feita. É obrigação do prestador dar informações claras e precisas sobre produtos e serviços anunciados, evitando induzir os consumidores ao erro.

Passagens com preços abusivos

Na última terça-feira (21/05), o Procon-AM notificou quatro operadoras de transportes fluviais que atuam na região do porto da Manaus Moderna, no Centro, após receber denúncias de que as empresas estavam comercializando passagens com preços acima do normal. Segundo o órgão, os valores variam de R$ 500 para viagens de ida e volta de barco, e entre R$ 1,2 mil e R$ 1,4 mil para trajetos em lanchas rápidas.

Dicas do Procon

Pesquisar: Antes de fazer qualquer compra, pesquise sobre as empresas que oferecem pacotes e serviços para o festival. Verifique a reputação, experiência anterior e se há reclamações registradas contra elas.

Comparação de preços: Compare os preços dos pacotes e serviços oferecidos por diferentes empresas. O preço não deve ser o único fator decisivo; a qualidade e os serviços incluídos também são importantes.

Ler o contrato: Antes de assinar qualquer contrato ou pagar por qualquer serviço, é preciso ler atentamente todos os termos e condições. Entender todas as cláusulas, incluindo políticas de cancelamento e reembolso.

Verificar a documentação: É importante se certificar que a empresa possui todas as licenças e autorizações necessárias para operar. Isso inclui licenças de turismo e registro no Procon local.

Evitar pagamentos adiantados: Evitar fazer pagamentos adiantados sempre que possível. Optar por métodos de pagamento seguros, como cartão de crédito, que oferecem proteção adicional em caso de problemas.

Solicitar recibos e comprovantes: Exigir recibos e comprovantes de pagamento de todas as transações. Isso é importante para documentar a compra e facilitar qualquer reclamação futura, se necessário.

Conhecer os direitos do consumidor: Conhecer os direitos como consumidor, especialmente em relação a serviços turísticos e pacotes de viagem. Se algo der errado, o consumidor tem o direito de exigir uma solução adequada.

Canais de denúncias

As denúncias para o Procon-AM devem ser encaminhadas para: fiscalizacaoprocon@procon.am.gov.br e indicar o contato; identificação do fornecedor (se possível CNPJ e endereço); narração dos fatos e documentação disponível.