Quadrilha que recrutava mulas do tráfico e lavava dinheiro no AM é alvo de operação da Polícia Federal

A quadrilha recrutava as mulas e enviava elas com drogas para outros Estados
Material foi apreendido em condomínio de luxo em Manaus (Foto: Divulgação PF)

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta terça-feira (16/04), a Operação “Narco Grooming”, com o objetivo de combater grupo criminoso envolvido no esquema de aliciamento e financiamento de “mulas” do tráfico interestadual de drogas.

Segundo a PF, a operação mobiliza mais de 70 policiais federais, que cumprem quatro mandados de prisão preventiva, oito medidas cautelares diversas da prisão, 18 mandados de busca e apreensão e o sequestro de 44 veículos em Manaus e Tabatinga, no Amazonas, e em Sorocaba, no interior de São Paulo.

Com o uso de cão farejador, foi realizada a prisão em flagrante de indivíduo com mais de 10 quilos de drogas no aeroporto internacional em Manaus.

As investigações apontaram a existência de um grupo criminoso que aliciava e financiava indivíduos que transportavam drogas para outros Estados do Brasil, em especial, para São Paulo. Também foi identificado o sujeito que recepcionava a droga e a “mula” do tráfico.

Além de dinheiro, os policiais encontraram uma arma no apartamento (Foto: Divulgação PF)

Lavagem de dinheiro

Além disso, segundo a PF, foi possível identificar, os responsáveis por lavar o dinheiro do grupo criminoso, que usavam pessoas interpostas (laranjas), empresas de fachada, dentre outras técnicas para lavagem de capitais, como, por exemplo, a compra e venda de veículos. 

As medidas cautelares deferidas judicialmente visam obter elementos que comprovem a prática dos crimes investigados, além de aprofundar a investigação sobre a procedência, destinação da droga e identificação de outras pessoas envolvidas.

As penas dos crimes de tráfico de drogas, associação paro tráfico e lavagem de capitais podem ultrapassar 30 anos de reclusão.