Pastor evangélico da igreja Filadélfia confessa que abusou de criança para a própria mãe dela

Ele confessou o crime e está sendo investigado pela polícia de Areia Branca

Um pastor evangélico da Igreja Filadélfia de Areia Branca, no Rio Grande do Norte, foi gravado no momento em que confessava que abusou sexualmente de uma criança de apenas 6 anos para a própria mãe dela. O vídeo foi divulgado nas redes sociais esta semana e ganhou repercussão nacional.

À medida em que a mãe confronta o pastor com o depoimento da filha, ele confessa o crime e vai dando detalhes do que aconteceu com a menina. “Eu não toquei nela e nem cheguei a masturbar. Eu vou dizer a você, eu vou ser bem sincero”, diz ele inicialmente.

No entanto, ele muda o discurso após ser confrontado pela irmã – que afirma que há marcas pelo corpo da menina e vermelhidão nas partes íntimas.

“Por favor, tenha pena de mim. Eu peguei ela, coloquei na cama. Eu peço perdão, eu acariciei ela, mas não toquei nela. Não penetrou, nem nada. Eu não penetrei, diante de Deus. Eu só lambi”, disse ele.

“Você botou o pênis na vagina da menina, ela contou tudo, todos os detalhes”, retruca a mãe. “Diga ai, como se isso não fosse abuso sexual”, prossegue ela.

“Amanda… eu sou fraco, Amanda…”, confessa então o pastor.

De acordo com a polícia que investiga o caso, o pastor teria cometido o crime no último domingo (05/05) na casa onde mora com a família. A criança recebeu apoio psicológico e já passou por exames médicos.

VEJA O VÍDEO: