PL e União Brasil costuram aliança a contragosto de seus pré-candidatos

A aproximação entre as siglas desagradou o Alberto Neto

Representantes do Partido Liberal (PL) e do União Brasil, no Amazonas, têm se reunido nos últimos dias para acertar uma possível aliança para a eleição deste ano. Entretanto, essa proximidade teria desagrado os pré-candidatos das siglas.

O objetivo das reuniões, conforme apurou o portal Panorama Real, é colocar o deputado federal Alberto Neto como vice na chapa encabeçada pelo deputado estadual Roberto Cidade, fortalecendo assim a direita no Estado e garantindo o apoio dos ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

No entanto, de acordo com informações dos bastidores da política local, a aproximação entre as siglas desagradou Alberto Neto – que deseja ser o candidato majoritário da direita com apoio de Bolsonaro -, e também Roberto Cidade. No caso do presidente da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), o cenário é diferente, uma vez que ele costuma obedecer as ordens do líder do União Brasil no Estado, o governador Wilson Lima.

“Se o Wilson Lima bater o martelo pela aliança, o Roberto Cidade vai acatar. Só que o governador não quer perder a força política de dar as cartas no processo eleitoral colocando o seu principal aliado como vice na chapa do PL. Na visão dele, o Alberto Neto seria a melhor opção para compor a chapa que ele montou, e, de quebra, ainda garante a benção do Bolsonaro. Agora é o momento da luta entre os gigantes da política local”, contou a fonte do Panorama Real que não pediu para não ser identificada.

Ao ser questionado sobre a possível aliança entre os partidos, Alberto Neto negou tudo e confirmou que continua sendo o pré-candidato absoluto do PL. A reportagem tentou contato com Roberto Cidade, mas não obteve resposta.

Proximidade

Em março deste ano, o Panorama Real já havia alertado sobre a proximidade entre Wilson Lima, Roberto Cidade e Alberto Neto. Eles apareceram juntos na festa de abertura do 57° Festival Folclórico de Parintins, na noite do último dia 15 de março. O encontro chamou a atenção dos bastidores da política.

Os três apareceram lado a lado durante coletiva de imprensa para anúncio dos investimentos no evento. Além disso, o cerimonial do Governo do Amazonas colocou Cidade e Alberto sentados um ao lado do outro, enquanto o governador estava na fileira da frente.