UE alerta Israel contra “catastrófica” ofensiva em Rafah

O comunicado foi emitido em nome dos "Ministros das Relações Exteriores de 26 Estados

Os países da União Europeia alertaram Israel contra uma ofensiva em Rafah, na segunda-feira (19/02). Segundo os ministros de Relações Exteriores do bloco, a ação aprofundaria a catástrofe para os cerca de 1,5 milhão de refugiados amontoados na cidade do extremo sul de Gaza. O único país que não participou do alerta foi a Hungria.

“Um ataque contra Rafah seria absolutamente catastrófico… seria inconcebível”, afirmou o ministro das Relações Exteriores da Irlanda, Micheal Martin, antes de uma reunião com os chanceleres dos 27 Estados-membros em Bruxelas.

O comunicado foi emitido em nome dos “Ministros das Relações Exteriores de 26 Estados – Membros da União Europeia”. Os diplomatas afirmaram que a Hungria não participou porque é uma aliada próxima do governo israelita.