Ex-namorado de Djidja Cardoso e coach são presos pela Polícia Civil, em Manaus

Hatus Silveira seria um dos principais responsáveis por fornecer a droga
Bruno e Hatus estão presos no 1° DIP (Foto: Divulgação)

O ex-namorado da empresária e ex-sinhazinha do boi Garantido Djidja Cardoso, Bruno Roberto da Silva Lima, e o o coach de emagrecimento dela, Hatus Silveira, foram presos na tarde desta sexta-feira (07/06), por policiais civis do 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP). Além deles, mais duas pessoas, que são funcionárias da clínica veterinária que fornecia ketamina à família, foram detidas na 2ª fase da Operação Mandrágora.

As prisões foram realizadas pelos investigadores do 1° DIP, sob o comando do delegado Cícero Túlio. Segundo as investigações, Hatus Silveira seria um dos principais responsáveis por fornecer a droga para a família de Djidja Cardoso.

O coach se apresentou à Polícia Civil, na última terça-feira (04/06), para prestar esclarecimentos sobre o caso Djidja Cardoso. Na ocasião, ele negou que participava da seita “Pai, Mãe, Vida”, mas disse que houve um convite por parte dos familiares de Djidja. O coach também relatou que, em janeiro deste ano, enquanto estava na casa da ex-sinhazinha, percebeu que havia recebido uma aplicação de ketamina sem seu consentimento.

“Eu estava de costas e aplicaram em mim, muito rápido. Eu estava na cozinha conversando com o Ademar e a Djidja veio por trás e aplicou. Fiquei um pouco tonto”, disse.

Já Bruno Roberto, ex-namorado de Djidja, teria agido como intermediário, facilitando o contato entre Hatus e a ex-sinhazinha do Boi Garantido. Batia foi treinador de Bruno.

Os funcionários da clínica veterinária presos, de acordo com a investigação, estavam desviando a ketamina.

Relembre o caso

Na semana passada, familiares de Djidja e funcionários de um salão de beleza da ex-sinhazinha foram presos. A mãe dela, Cléusia Cardoso, e o irmão, Ademar Cardoso, que continuam presos, são suspeitos de criar uma seita com o nome “Pai, Mãe, Vida” em que era consumida a droga. A ex-sinhazinha Djidja Cardoso foi encontrada morta em sua casa, na última terça-feira (28/05).